Sa√ļde Dengue

Chikungunya: ES registra 2 mortes pela doença; veja sintomas e diferenças da dengue

Segundo a secretaria de estado da Sa√ļde, 9.929 casos de Chikungunya foram notificados at√© o √ļltimo dia (13). Duas mortes foram confirmadas no munic√≠pio de Cariacica

Por Regional ES

19/04/2024 às 12:17:05 - Atualizado h√°
Foto: Reprodução/Pixabay/nuzee

Dengue e chikungunya são doenças transmitidas pelo mesmo vetor: o mosquito Aedes aegypti. Febre, mal-estar, dor de cabeça e dor nas articulações estão entre os principais sinais das duas doenças. Porém, apesar de apresentarem sintomas muito parecidos, é preciso ficar atento. Algumas características podem ajudar a diferenci√°-las.

LEIA TAMBÉM: Piso cede e professora cai do 2¬ļ andar de escola em Vitória

THOMAZINE

O fato é que conforme os casos de dengue avançam não só no país, mas também no Espírito Santo, aumentam os casos de chikungunya.

Entre a semana epidemiológica 01 (31/12/2023 a 06/01/2024) e a semana epidemiológica 15 (07/04/2024 a 13/04/2024) foram registrados 9.929 casos da doença no estado. Nesse mesmo período, 2 mortes foram confirmadas no município de Cariacica.

LEIA TAMBÉM: Espírito Santo vai receber primeira Usina de Biometano para uso industrial e residencial

Os dados constam no último Boletim Epidemiológico divulgado pela secretaria de Estado da Saúde (Sesa-ES). Então, qual a gravidade da doença? Como saber se estou com dengue ou chikungunya? Quais os sintomas?

CRICARE

"As duas doenças apresentam basicamente os mesmos sinais de alerta: tonteira, diminuição do volume urin√°rio, confusão mental, sonol√™ncia excessiva, sangramentos. Além disso, dores articulares intensas e febre alta. Para diferenciar uma doença da outra com certeza, somente com exames específicos, como sorologia ou PCR", explica a médica Martina Zanotti, infectologista do Vitória Apart Hospital.

LEIA TAMBÉM: Justiça determina reintegração de posse de propriedade ocupada pelo MST em São Mateus

Sequelas da Chikungunya

"A dengue tem maior gravidade. O maior risco da chikungunya são as dores articulares, que podem persistir por muito tempo, limitando as atividades di√°rias da pessoa. O tratamento pode durar mais de seis meses. A pessoa pode ter artrites (dor e inchaço nas juntas) como sequela", explica Martina.


Outro ponto importante, e deve ser lembrado, é que diferentemente da dengue, não existe vacina para chikungunya. "Ainda não temos vacina, é fundamental evitar a proliferação do mosquito. Procurar atendimento médico na presença dos sintomas da doença, fazer repouso e aumentar a ingesta de √°gua", finaliza.

Dengue e chikungunya: saiba os sintomas

* Dengue: febre alta, dor de cabeça, dor atr√°s dos olhos, perda de apetite, manchas e erupções na pele (principalmente na região do tórax e membros superiores), n√°useas e vômitos, tontura, moleza e extremo cansaço, dor no corpo, dor nos ossos e nas articulações, e dor no abdome;

* Chikungunya: ficar alerta no caso de dor incapacitante nas articulações, febre, dor nas costas, erupções cutâneas, fadiga, n√°useas, vômitos, dor de cabeça, dores musculares (mialgias) e inchaço articular bilateral.

A recomendação é para que diante de qualquer sintoma, o paciente busque orientação médica. Ingerir bastante √°gua e repousar é fundamental caso sejam confirmadas as doenças.



Fonte: Folha Vitória
Comunicar erro
Regional ES

© 2024 Regional ES - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Regional ES