Polícia Viana ES

Empresários são presos suspeitos de vender gasolina adulterada em posto clandestino

Flagrante foi em Viana. O estabelecimento não tinha licença da Ag√™ncia Nacional de Petróleo para comprar e revender combust√≠vel

Por Regional ES

16/03/2024 às 07:23:00 - Atualizado h√°
Foto: Divulgação/TV Vitória

Dois empres√°rios foram presos suspeitos de venderem gasolina adulterada em um posto de combustíveis clandestino em Viana na tarde desta sexta-feira (15), durante inspeção da Polícia Civil.

LEIA TAMBÉM: Empres√°rio executado em carro de luxo na Praia da Costa foi morto com pelo menos 10 tiros

No momento da abordagem da polícia, um caminhão estava sendo abastecido com combustível adulterado e o condutor do veículo disse que não sabia da condição do material.

CRICARE

De acordo com a Polícia Civil, o espaço funcionava, também, como transportadora e poderia ter uma base para comprar combustível e abastecer a própria frota

A investigação teve início após denúncias ao Ministério Público de que algumas empresas em Viana estariam funcionado como postos de gasolina clandestinos.

No momento da abordagem, o motorista do caminhão que estava no local, confirmou que não era funcion√°rio da transportadora.

THOMAZINE
"A princípio parecia uma oficina, uma transportadora. Tinha uma bomba escondida nos fundos e tinha um caminhão parado estacionado. Chegamos a indagar o frentista, ele disse que abastecia qualquer um que procurasse e o motorista do caminhão confirmou que era de outra frota, que não tinha vínculo nenhum com a empresa e que mandavam e ele parava l√° e abastecia, porque tinha um preço melhor", relatou o titular da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor, delegado Eduardo Passamani.
"Conseguimos identificar que o caminhão não era da frota da própria empresa, o local era uma oficina, ele não poderia vender combustível e estava atuando como posto de combustível clandestino. Ele estava funcionado sem autorização da Ag√™ncia de Petróleo, sem licença da prefeitura municipal, sem poder funcionar", disse.

O delegado informa que vender gasolina adulterada é crime e pode também causar problemas ao funcionamento de veículos e colocar a vida dos passageiros em risco.

Os dois empres√°rios detidos foram encaminhados ao sistema prisional capixaba e podem pegar até cinco anos de prisão.

*Com informações de Larissa Barcelos, repórter da TV Vitória/Record.



Fonte: Folha Vitória
Comunicar erro
Regional ES

© 2024 Regional ES - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Regional ES