Mundo China

China anuncia balanço de 48 mortos em desabamento de estrada

A província de Cantão, uma área densamente povoada e símbolo da potência manufatureira chinesa, tem experimentado uma série de fenômenos meteorológicos extremos nas últimas semanas

Por Regional ES

02/05/2024 às 07:08:30 - Atualizado há
Rodovia desmorona na China e mata mais de 30 pessoas ?- Foto: CNS/AFP

O desabamento de uma estrada na província de Guangdong, sul da China, provocou pelo menos 48 mortes, segundo o balanço atualizado divulgado pela imprensa estatal nesta quinta-feira, enquanto prosseguem as operações de resgate.

THOMAZINE

Muitos veículos caíram na cratera e na encosta ao lado da estrada.

"O desastre do desabamento da estrada provocou as mortes de 48 pessoas", informou a agência estatal de notícias Xinhua.

"Além disso, há três pessoas cujo DNA está sendo comparado e confirmado", acrescentou a agência, sem explicar se as três vítimas estão ou não incluídas no número de mortos.

O balanço anterior era de 36 mortos. Além disso, a Xinhua informou que 30 pessoas ficaram feridas, mas estão fora de perigo.

CRICARE

Imagens exibidas pelo canal estatal CCTV mostram máquinas escavando a encosta pela qual os veículos caíram. Além disso, um guindaste retirava os carros danificados e os transportava até um caminhão.

A imprensa estatal afirmou que o desabamento foi "um desastre geológico natural" provocado pelo "impacto das chuvas persistentes", que o governo vinculou à mudança climática.

O presidente Xi Jinping ordenou prioridade "ao trabalho de resgate e tratamento dos feridos, e administrar de maneira oportuna os perigos e riscos ocultos", segundo a CCTV.

O canal estatal informou que quase 500 pessoas foram mobilizadas para a operação de resgate.


Possibilidade de mais desastres

A província de Guangdong, a mais populosa do país e com um centro industrial muito importante, foi afetada nas últimas semanas por vários desastres atribuídos a eventos climáticos extremos.

Na semana passada, as chuvas torrenciais provocaram inundações que mataram quatro pessoas e obrigaram quase 100.000 pessoas a abandonar suas casas.

Além das chuvas torrenciais, um tornado matou cinco pessoas na semana passada na capital provincial.

As áreas do centro e leste de Guangdong registraram até 600 milímetros de chuva nos últimos 10 dias, o triplo da média para esta época do ano, segundo a agência meteorológica nacional.

O Ministério da Gestão de Emergências também alertou que "as fortes chuvas podem aumentar na China em maio", o que provoca um "risco maior de desastres geológicos"

A China é o maior emissor de gases do efeito de estufa que contribuem para o aquecimento global, mas o país assumiu o compromisso de alcançar a neutralidade de carbono até 2060.

Fonte: O Globo
Comunicar erro
Regional ES

© 2024 Regional ES - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Regional ES