Esportes Rodada do brasileiro

Bruno Henrique brilha e Flamengo encerra série invicta do Botafogo no Engenhão

O líder ainda não havia perdido em casa no campeonato. De quebra, teve encerrada uma série invicta de 12 jogos na competição - não perdia no Brasileirão desde o início de junho

Por Regional ES

03/09/2023 às 09:36:45 - Atualizado há
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Flamengo recuperou o ânimo na noite deste sábado em grande clássico com o Botafogo. O time rubro-negro derrubou o favoritismo e a invencibilidade do rival alvinegro no Engenhão ao vencer por 2 a 1, pela 22ª rodada do Brasileirão.

O líder ainda não havia perdido em casa no campeonato. De quebra, teve encerrada uma série invicta de 12 jogos na competição - não perdia no Brasileirão desde o início de junho.

THOMAZINE

No entanto, foi apenas o terceiro revés do Botafogo, que segue com ampla vantagem na tabela. Tem 51 pontos, contra 40 do Palmeiras, que fará o clássico com o Corinthians no domingo, e 39 do próprio Flamengo.

Por outro lado, o Botafogo vive uma de suas piores semanas do ano, com duas derrotas seguidas. Isso porque foi batido e eliminado pelo Defensa y Justicia, no meio de semana, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana.

Neste sábado, o Flamengo contou com Pedro no lugar de Gabriel Barbosa, além de ter os retornos de Allan, Victor Hugo e Gerson. Do lado do Botafogo, a grande novidade foi o retorno de Tiquinho Soares. Afastado por cerca de um mês em razão de uma lesão no joelho esquerdo, o artilheiro do Brasileirão voltou direto como titular.

Quando a bola rolou, com 20 minutos de atraso porque os ônibus das duas delegações atrasaram, a torcida presente no Engenhão mal teve tempo para se acomodar nas arquibancadas.

Logo no primeiro minuto o Flamengo abriu o placar, num vacilo da defesa botafoguense. Após cruzamento rasteiro de Wesley, pela direita, Marlon Freitas se antecipou a Bruno Henrique e acabou completando contra as próprias redes.

CRICARE

O gol precoce empurrou o Botafogo para o ataque enquanto o Flamengo esperava o rival, em busca do contra-ataque. Se o líder do campeonato tinha facilidade para atacar pelo lado esquerdo, também sofria pelo seu lado direito da defesa, espaço que Bruno Henrique ocupava com certa facilidade.

No ataque, as investidas pela esquerda deram resultado. Aos 18, depois de levantamento na área sem sucesso para Tiquinho Soares, a bola sobrou para Victor Sá, que dominou e bateu colocado, empatando o duelo.

Na defesa, o time alvinegro levou sustos nos primeiros 45 minutos. No maior deles, Bruno Henrique aproveitou seu espaço e acertou belo chute de fora da área. Lucas Perri fez linda defesa, aos 47. No contra-ataque, Eduardo desperdiçou outra grande chance. Os dois lances em série foram um resumo do bom e movimentado primeiro tempo do clássico.

O segundo tempo quase começou com o mesmo roteiro do primeiro. Aos 2, Bruno Henrique, aproveitando as brechas da defesa rival, mandou para as redes. O gol, contudo, foi anulado por impedimento.

O técnico Bruno Lage não quis perder tempo e fez logo três substituições. Colocou dois atacantes, Luis Henrique e Diego Costa, e o volante Tchê Tchê. Pelo Flamengo, Jorge Sampaoli mandou Everton Ribeiro a campo.


Mas era Bruno Henrique quem seguia protagonista do Flamengo e do jogo. Aos 27, o atacante passou mais uma vez com facilidade por JP Galvão e bateu no ângulo, sem chances para Lucas Perri: 2 a 1.

Daí em diante, o Botafogo passou a acelerar o jogo, na busca desesperada pelo ataque. O Flamengo, por sua vez, retomou a estratégia do primeiro tempo, jogando no contra-ataque. Nos minutos finais, até mesmo o goleiro Lucas Perri, convocado para a seleção nesta semana, partiu para o ataque, sem sucesso.


FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 1 X 2 FLAMENGO

BOTAFOGO - Lucas Perri; JP Galvão, Adryelson, Victor Cuesta e Marçal; Marlon Freitas, Gabriel Pires (Tchê Tchê), Eduardo (Janderson); Victor Sá (Júnior Santos), Tiquinho Soares (Diego Costa) e Segovinha (Luis Henrique). Técnico: Bruno Lage.

FLAMENGO - Matheus Cunha; Fabrício Bruno, Erick Pulgar e Léo Pereira; Wesley, Allan (Thiago Maia), Gerson (David Luiz), Victor Hugo (Everton Ribeiro), Ayrton Lucas; Bruno Henrique (Everton Cebolinha) e Pedro. Técnico: Jorge Sampaoli.

GOLS - Marlon Freitas (contra), a 1 minuto, e Victor Sá, aos 18 minutos do primeiro tempo. Bruno Henrique, aos 27 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Ayrton Lucas, Bruno Henrique, Victor Cuesta, Tchê Tchê, Fabrício Bruno.


CARTÃO VERMELHO - Gabriel Pires.

ÁRBITRO - Raphael Claus (SP).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 40.769 torcedores.

LOCAL - Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Fonte: Folha Vitória
Comunicar erro
Regional ES

© 2024 Regional ES - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Regional ES